por Andréia Martins


Se você ainda não leu, provavelmente já ouviu falar do escritor tcheco Franz Kakfa (1883-1924). Embora suas histórias não citem muitos locais de sua cidade natal, Praga, foi ali que ele escreveu todos os seus livros, vivendo basicamente no quadrilátero da Praça da Cidade Velha, onde ganhou um monumento.

PLACA COM O ROSTO DO ESCRITOR NA CASA ONDE ELE MOROU, EM PRAGA
PLACA COM O ROSTO DO ESCRITOR NA CASA ONDE ELE MOROU, EM PRAGA

Kafka morou e frequentou vários endereços na cidade, mas em alguns ainda há lembranças daquele tempo. Esses lugares que fazem parte de sua rota biográfica servem como um bom guia para conhecer a capital da República Tcheca.

Casa de Kafka

Na casa em que Kafka nasceu hoje funciona um pequeno museu que exibe fotografias do escritor, de sua família e da Praga do começo do século 20. Fica na Franze Kafky Námestí, 5, ao lado da igreja de Saint Nicholas, na Cidade Velha. Aliás, a igreja é um cartão postal da cidade e vale a pena dar uma olhada pela arquitetura e imensidão da construção. (veja um tour virtual do quarteirão)

CASA ONDE O ESCRITOR NASCEU. O PRÉDIO FOI REFORMADO, MAS A PORTA PRINCIPAL É ORIGINAL
CASA ONDE O ESCRITOR NASCEU. O PRÉDIO FOI REFORMADO, MAS A PORTA PRINCIPAL É ORIGINAL

Kafka Bookstore

Entre 1893 e 1901, Kafka estudou no Palácio Kinsky, na Staroměstské náměstí, 12, na Praça da Cidade Velha. Anos mais tarde, seu pai teve uma loja, a Haberdashery Shop, num anexo do palácio, entre 1893 e 1901. Hoje, o local abriga a livraria Kafka Bookstore.

kafka_bookshop

Casa do Carneiro de Pedra ou do Unicórnio (U Jednorozce)

Ficava na Staroměstské náměstí, 17, Praça da Cidade Velha. Ali, o casal Otto e Berta Fanta realizava rodas literárias e eventos de artes muito frequentados por Kafka.

CASA ONDE KAFKA FREQUENTAVA ENCONTROS LITERÁRIOS
CASA ONDE KAFKA FREQUENTAVA ENCONTROS LITERÁRIOS

Viela Dourada (Zlatá ulicka, 22)

A pequena vila repleta de casinhas coloridas, ali no Castelo de Praga, também serviu de moradia para Kafka. Na casa azul de número 22 morava Ottla, uma das irmãs de Kafka e com quem ele viveu por algum tempo, entre 1916 e 1917. A Viela Dourada ganhou esse nome porque ali viveram ourives do rei no século 17. Depois de anos de decadência, a viela foi restaurada e hoje abriga lojinhas de souvenir. Localizada dentro do complexo do Castelo de Praga e é preciso pagar para entrar.

A VILA CHAMADA VIELA DOURADA
A VILA CHAMADA VIELA DOURADA

Cafés na Praça Velha

Como todo o bom escritor e intelectual, Kakfa adorava um café. Dois de seus preferidos ainda existem na Praça da Cidade Velha. Um deles é o Grand Café Praha fica em frente ao Relógio Astronômico, na Staroměstské, nº 22. Era frequentado por Kafka e já teve o nome de Café Milena em homenagem ao primeiro amor do escritor, Milena Jesenska. Tem mesinhas na calçada. O outro é o Café Louvre. O local, na Nárdoní, 22, era um dos dois preferidos de Albert Einstein em Praga – o outro era a residência agitada do casal Otto e Berta Fanta. Um dos motivos pela preferência de ambos era pelo local ser muito frequentado por intelectuais judeus.

cafelouvre

Tributo A Kafka

Inaugurada em 2003, a estátua está localizada na frente da Sinagoga Espanhola,  no quarteirão judaico, na Vezenská, 1. A cena de um homem andando com outro nos ombros pelas ruas de Praga aparece num dos primeiros contos de Kafka, Description of a Struggle.

ESTÁTUA EM HOMENAGEM A KAFKA ERGUIDA NO QUARTEIRÃO JUDAICO
ESTÁTUA EM HOMENAGEM A KAFKA ERGUIDA NO QUARTEIRÃO JUDAICO

Túmulo

Kafka morreu devido a complicações da tuberculose em 1924, num sanatório na Áustria, mas foi enterrado em Praga, no cemitério de Zizkov.

A LÁPIDE DE KAFKA, EM PRAGA
A LÁPIDE DE KAFKA, EM PRAGA

Outros endereços

Outros locais completam a rota biográfica de Kafka. UM deles é o endereço Celetná, 3. Conhecida também como House of Three Kings, Kafka viveu ali e teve duas “primeiras vezes”: foi o primeiro quarto que ele não precisou dividir com ninguém e onde escreveu sua primeira história.

No nº 19 da Wenceslas Square ficava a seguradora italiana Assicurazioni Generali, o primeiro emprego de Kafka. Muitas horas trabalhadas por um salário baixo e muita burocracia fizeram o escritor desistir após nove meses…

Num luxuoso apartamento no Oppelt House, Parizská nº 1, do outro lado da Igreja Saint Nicholas, Kafka morou pela última vez com os pais e escreveu Metamorfose. Na Bílkova, 22, aos 31 anos, Kafka se mudou para um flat nesta rua. Ali escreveu O Processo.

O centro cultural Palác Lucerna também é outro ponto de visita para o turista. Ali Kafka frequentava festivais e exibições de filmes, bem como apresentações de cabaret. O local continua com uma programação ativa.

Para quem quiser mais dicas sobre a vida de Kafka em Praga, a associação The Franz Kakfa Society promove alguns tours. Se você tiver tempo, pode programar um passeio com eles. Basta acessar o site e mandar um e-mail. P.s: eles falam inglês.


 

Para ler

  • A Metamorfose, Franz Kafka
  • O Processo, Franz Kafka
  • Carta ao pai, Franz Kafka