VISITADOEsta é a última parte do relato de viagem da Raquel Mathias, que esteve na Inglaterra entre os dias 5 e 10 de maio de 2011, conhecendo os lugares por onde sua escritora preferida – Jane Austen – passou e viveu. Se você perdeu as duas primeiras partes, clique aqui e aqui.

Por Raquel Mathias*

Winchester-Cathedral-web
Winchester Cathedral, onde está a lápide da escritora

Em meu penúltimo dia em terras inglesas, na segunda-feira, dia 9, segui para Winchester e visitei a lápide de Jane Austen na Winchester Cathedral.

Lápide de Jane Austen (foto: Raquel Mathias)
Lápide de Jane Austen (foto: Raquel Mathias)

A inscrição de seu túmulo não faz referência a sua carreira literária, porém, quase um século depois, foi construído lá mesmo um memorial que a exalta como um das grandes escritoras da língua inglesa.

Da entrada da Catedral até sua lápide há diversos painéis luminosos que contam a história resumida de Jane, desde Seventon até Winchester.

Nas proximidades da Igreja, visitei a casa em que a autora viveu seus últimos dias, à College Street, 8.

Hoje é uma residência particular e não está aberta ao público; tive a oportunidade de ver como é por dentro por cerca de 20 segundos, pois a moradora estava recebendo visitas e eu aproveitei para olhar. De certo, é completamente diferente da época de Austen.

Homenagem à escritora dentro da catedral de Winchester (foto: Raquel Mathias)
Homenagem à escritora dentro da catedral de Winchester (foto: Raquel Mathias)

Ao fim do dia, fui ao Winchester City Museum, que tem uma pequena seção referente à autora. Estão expostas bolsinhas de pérolas feitas por Jane, um estojo de carretel com as iniciais de seu nome e o original de um poema que ela escreveu em 1811: “I’ve a pain in my head”.

Winchester-City-Museum-poema-I
Detalhe do poema de 1811, exposto no museu (foto: Raquel Mathias)

À noite, resolvi voltar à Bath e passar os últimos momentos da minha viagem lá. Eu realmente gostei da cidade e pretendo um dia retornar.

Se alguém me perguntar se a “relação” que eu tinha com a Jane Austen é a mesma antes e depois do tour, minha resposta com certeza será não, não é a mesma. Ainda estou digerindo tudo o que vivi e ainda tentando entender quem realmente era Jane Austen.

Winchester-City-Museum-Estojo-de-carretel
Estojo de carretel com as iniciais da escritora, exposto no museu (foto: Raquel Mathias)

JANE EM WINCHESTER

Após oito anos vivendo em Chawton e produzindo obras que se tornaram eternas, Jane começou a apresentar problemas de saúde. Em maio de 1817, mudou-se para Winchester, onde havia assistência médica mais especializada. Com sua irmã, instalou-se à College Street, 8.

Vista externa da casa (foto: Raquel Mathias)
Vista externa da casa (foto: Raquel Mathias)

Mesmo doente e sentindo-se fraca, ela escreveu seu último poema, intitulado Venta. Esse poema fala sobre as corridas de Winchester que aconteciam a cada ano no dia de St. Swithin. Sua condições pioraram rapidamente e ela faleceu em 18 de julho de 1817. Seu irmão Henry providenciou para que fosse enterrada na Winchester Cathedral.

LUGARES PARA VISITAR:

Winchester Cathedral

  • Lápide e memorial em homenagem a Jane Austen. A catedral é rodeada por um extenso parque com várias atrações, vale a visita.
    The Close, 9
  • 44(0)1962-857275 | winchester-cathedral.org.uk
  • Admissão: £7.50 | estudantes: £4
    Horários: segunda-feira a sábado das 9h30 às 17h
    domingo das 12h30 às 15h

Winchester City Museum

  • Há uma seção dedicada à Jane Austen.
  • Tel: 44(0)1962-840222
  • Admissão: gratuito
    Horários:
    abril – outubro de segunda-feira a sábado das 10h às 17h; domingo das 12h às 17h
    novembro – março de terça-feira a sábado das 10h às 16h; domingo das 12h às 16h

OUTRAS ATRAÇÕES NA CIDADE:

John Keats

  • O poeta inglês passou um período na cidade, durante o ano de 1819. No Tourist Information Centre há um guia impresso para seguir os passos de Keats por Winchester.

Wolvesey Castle (Old Bishop’s Palace)

  • Ruínas do antigo palácio dos Bispos de Winchester. Localizado no parque da Catedral, com entrada à esquina da College Street, onde Jane Austen morou.
  • Admissão: gratuito
    Horários: a partir de março/2016, diariamente das 10h às 17h

ONDE COMER:

The Slug and Lettuce

  • O cardápio inclui carne, peixe, frango, massas, saladas e sanduíches. Alguns dias tem descontos especiais, como a Segunda-feira 50% OFF – escolhi um prato de £6 e paguei £3.
    The Square, 12/13
  • 44(0)01962-850666 | slugandlettuce.co.uk

ONDE FICAR:

Mercure Wessex Hotel

  • Wi-fi gratuito. Não encontrei nenhum hostel em Winchester, acabei ficando no Mercure Hotel pela ótima localização.
    Paternoster Row
  • 44(0)1962-861611 | mercure.com
  • Diária a partir de £98 com café da manhã.

OUTRAS INFORMAÇÕES TURÍSTICAS:

Turist Information Centre

  • Winchester Guildhall, High Street
  • 44(0)1962-840500 | visitwinchester.co.uk
  • Horários:
    maio a setembro de segunda-feira à sábado das 10h às 17h
    domingo e feriados das 11h às 16h
    outubro a abril de segunda-feira à sábado das 10h às 17h

Raquel Mathias é estudante de História, escreve para o blog Colheita Itinerante e, vez ou outra, espalha seus poemas por aí